Criar um projeto de piscina e tirá-lo do papel é um grande desafio para o arquiteto ou arquiteta. Diferente do que muitos pensam, esse é um processo repleto de variáveis, em que gosto do cliente, orçamento, conforto e estilo de trabalho do profissional devem se complementar.

Porque, em um projeto de piscina, há muito mais que apenas a piscina.

É preciso considerar a decoração, o local, os aspectos técnicos da piscina, a mão de obra necessária, a iluminação e mesmo o imóvel inteiro, além de vários outros fatores. Por isso, na hora de colocar tudo no papel, às vezes o profissional pode não incluir algum ou outro elemento.

No final das contas, esse deslize pode custar caro e causar bastante retrabalho.

Portanto, para ajudar na sua lista de necessidades, vamos separar alguns pontos essenciais que não podem faltar em um projeto de piscina. Quer criar o melhor ambiente e entregar uma ideia de ambiente de piscina incrível para o seu cliente?

Continue a leitura!

O que considerar em um projeto de piscina perfeito?

Apesar das dificuldades, criar o projeto de piscina ideal é possível. Para isso, você precisa saber quais especificidades importam. Aqui, listamos as principais. Confira!

1.Tamanho e profundidade da piscina

Junto com o cliente, defina o tamanho ideal de piscina. Aqui, é essencial considerar o terreno e o espaço disponível.

Lembre-se que o terreno precisa ter espaço o bastante para a etapa de construção (já que a escavação, de início, por conta da fundação, costuma ser maior que o tamanho final da piscina).

Sobre a profundidade, a medida pode ser baseada nas mais comuns, que variam de 1,15m a 1,60m, dependendo do gosto do cliente e de outros fatores, como a presença de crianças.

2.Formato de piscina que melhor se adapta ao terreno

Esse ponto é essencial pois guia toda a construção e todo projeto de piscina.

Com o formato, você terá como saber qual tipo de estrutura e escavação serão necessários, além de entender o tipo de mão de obra. Uma piscina arredondada, e de fibra, exige menos tempo de construção que uma de alvenaria com perfil retangular, por exemplo.

Esse detalhe deve levar em conta, em primeiro lugar, o orçamento do cliente e sua preferência.

3.Confira as peculiaridades do terreno

Procure saber se há encanamentos ou obstruções do terreno que possam dificultar a escavação e a construção da fundação.

Além disso, analise a incidência de luz natural e vento no local onde a piscina será construída.

A luz do sol atinge o terreno de forma a tornar o ambiente da piscina ainda mais confortável? Sobre o vento, se o local sofrer muito com rajadas, observe se há telhados ou árvores próximas que possam gerar sujeiras e incômodos no local da piscina.

4.A decoração é essencial

A decoração é a alma do ambiente da piscina. Portanto, deve ser uma das prioridades.

Procure aliar elementos de paisagismo ao local, utilizando plantas e jardins na decoração da piscina. Um passo além nessa estratégia é adotar um estilo de arquitetura sustentável, que torne o ambiente da piscina mais confortável, bonito e saudável, sem prejudicar o meio ambiente.

Normalmente, a decoração da piscina é composta não apenas por uma área, mas várias que coexistem em sintonia, como uma cozinha gourmet, que pode complementar o ambiente.

Criar a decoração perfeita é um processo criativo que depende de muita inspiração!

5.Iluminação: natural e artificial

Considere os dois tipos de iluminação quando for criar o projeto de piscina. Como mencionamos, a incidência de luz natural é essencial para a área de piscina.

Porém, pense também no esquema de iluminação artificial e como ele irá sintonizar com a casa e o ambiente inteiro.

6.Harmonize a área externa com o restante da casa

Toda casa deve ser um conjunto de áreas harmoniosas. Com a piscina, não seria diferente.

Procure tornar este ambiente em um local que combine o estilo de construção da casa com o da piscina. Além disso, tenha um foco para o projeto: a piscina será mais para descanso ou diversão?

Essas respostas podem ajudar você a tornar o ambiente mais harmonioso com o resto da casa e facilitar em outros pontos, como decoração.

7.Projete uma piscina que valorize o imóvel

Por fim, ao desenvolver o projeto de piscina, procure fazê-la valorizar o imóvel.

É comum que piscinas agreguem valor às casas ou apartamentos, mas com um ambiente harmonioso, com decoração de ponta, paisagismo e um estilo bem definido (e moderno), essa métrica pode ser ainda maior!

Conclusão

Um projeto de piscina perfeito é uma junção de vários fatores e decisões. No entanto, com foco definido, é possível criar algo único, que surpreenda e orgulhe os clientes! Portanto, não deixe de seguir as dicas acima!

E se quiser mergulhar ainda mais nas técnicas e processos de construção da piscina, baixe nosso e-book gratuito sobre o tema e aprenda com quem entende e tem experiência em obras de piscina!

[widget id=”media_image-17″]

Deixe aqui a sua dúvida ou sugestão.

Fique tranquilo! Com a Nautilus, você pode relaxar até aqui no nosso site. Pensamos em cada mínimo detalhe pra que você tenha uma experiência de conforto e bem-estar. É por isso que o nosso site passa por milhares de testes todos os dias na busca de brechas de segurança que eventualmente ameaçam o ambiente virtual com ataques reais de hackers.  Nós aqui nos preocupamos com isso e nos preparamos muito para evitar estas ameaças.