[language-switcher]

Hidroterapia: 6 benefícios para a mente e o corpo

Você já ouviu falar em hidroterapia? Também conhecida como fisioterapia aquática, trata-se de uma prática terapêutica que vem conquistando muitos adeptos graças aos benefícios que proporciona para a mente e o corpo dos praticantes.

Neste artigo, vamos apresentar a hidroterapia, explicar qual é a diferença entre essa prática e a hidroginástica, contar quais são os benefícios que ela oferece à saúde física e mental e esclarecer algumas dúvidas comuns sobre o assunto. Acompanhe!

Introdução à hidroterapia: o que é e história da modalidade

A hidroterapia é uma ciência que une a fisioterapia com os benefícios do uso da água para reabilitar pacientes. Essa ideia não é nova: o poder curativo da água já era estudado na Grécia antiga, por volta do ano 500 A.C. Mas foi em meados da década de 1920 que as atividades aquáticas para reabilitação começaram a ser usadas no Brasil.

Ao longo do tempo, os estudos avançaram, novas técnicas foram implementadas e a hidroterapia passou a atuar como um tratamento complementar para vários problemas de saúde, como lesões ortopédicas, problemas vasculares, disfunções neurológicas ou reumatológicas e até para reabilitação pós-cirúrgica.

Essa técnica terapêutica usa as propriedades da imersão do corpo em água para promover a reabilitação de diversas doenças, através de exercícios específicos orientados por um fisioterapeuta. O objetivo é trazer mais qualidade de vida aos praticantes.

Em geral, utiliza-se a água aquecida para gerar estímulos diferentes. O fisioterapeuta utiliza equipamentos e objetos como bolas, pesos e arcos para a realização dos exercícios aquáticos.

Hidroterapia x hidroginástica: características e diferenças

Embora tanto a hidroginástica quanto a hidroterapia sejam praticadas dentro da piscina, as duas atividades têm objetivos distintos.

A hidroginástica é um exercício físico muito interessante para quem quer melhorar seu condicionamento, aumentar a resistência cardiorrespiratória e ganhar tônus muscular. Essa modalidade consiste na prática de exercícios de intensidade moderada na piscina.

Por outro lado, a hidroterapia é um recurso da fisioterapia, só que praticada dentro d’água, que visa a tratar ou aliviar vários problemas de saúde através das propriedades da imersão do corpo em água aquecida, como mencionamos.

Os principais benefícios da hidroterapia para a saúde

Os pontos positivos da hidroterapia são inúmeros, e englobam desde aspectos da saúde física como da saúde mental. Confira alguns dos principais:

Ganho de força

A hidroterapia ajuda a desenvolver resistência e auxilia no fortalecimento dos músculos. Assim, o paciente ganha tônus muscular e tem mais autonomia para realizar suas atividades cotidianas.

Equilíbrio

Fazer exercícios dentro da água ajuda o paciente a desenvolver consciência corporal e a ter mais equilíbrio, o que é essencial sobretudo para os idosos, que costumam ser muito afetados por quedas.

Melhora da circulação sanguínea

Imergir o corpo na água aquecida causa vasodilatação, o que melhora a circulação sanguínea e facilita inclusive a cicatrização em processos de pós-operatório.

Alívio de dores

Os exercícios corretos, prescritos por um fisioterapeuta, ajudam a aliviar vários tipos de dores: musculares, na coluna, nas articulações e até mesmo dores crônicas.

Aumento da capacidade cardiorrespiratória

A hidroterapia também é muito útil para quem tem problemas respiratórios, como bronquite e asma, já que melhora a capacidade cardiorrespiratória do paciente.

Relaxamento

A água aquecida ajuda a aliviar a tensão muscular e a relaxar, o que torna a hidroterapia um complemento interessante até mesmo para a redução do estresse e da ansiedade.

Como a hidroterapia auxilia na fisioterapia

A hidroterapia é uma técnica utilizada na fisioterapia para reabilitação. Ela pode ser feita em pequenos grupos ou individualmente, sempre com um fisioterapeuta.  Normalmente ela é feita em uma piscina terapêutica, em sessões que duram em média uma hora.

A grande vantagem de usar a água na fisioterapia é que suas propriedades fazem com que ela atue de várias formas no corpo do paciente. O peso diminui dentro d’água e a liberdade de movimentos é maior, o que faz com que a execução dos movimentos e exercícios seja mais fácil. O ambiente aquático também permite acionar diversos grupos musculares, em várias amplitudes.

A densidade relativa da água possibilita que os pacientes flutuem e façam movimentos que seriam inviáveis no solo. Já a pressão hidrostática ajuda a reduzir edemas e aliviar dores. A viscosidade da água gera resistência, o que ajuda no fortalecimento dos músculos, enquanto a força de empuxo favorece a circulação e também ajuda no ganho de força muscular. 

Hidroterapia caseira: é possível?

Normalmente, a hidroterapia é feita em piscinas específicas. Muitas vezes, elas são equipadas com corrimões fixos, turbilhões e jatos d’água. Mas, caso não seja possível, dá para praticar na piscina de casa, sempre com o auxílio de um fisioterapeuta.

Para a prática, utilizam-se equipamentos como macarrões de polietileno, arcos, bolas, halteres próprios para o uso aquático, pranchas de piscina, entre outros que ajudam a dar suporte ao paciente, fortalecer os músculos e ganhar resistência.

Indicações e contraindicações da hidroterapia

A hidroterapia tem indicação para várias doenças, como, por exemplo:

  • hérnia de disco;
  • contraturas musculares;
  • lesões ortopédicas;
  • fibromialgia;
  • traumatismo cranioencefálico;
  • dores crônicas em geral;
  • algumas cardiopatias;
  • síndromes congênitas;
  • lesões na medula;
  • Parkinson.

No entanto, a prática tem algumas contraindicações. Ela não é recomendada para quem tem lesões dermatológicas, cardiopatias graves, doenças sistêmicas, incontinência urinária ou fecal, traqueostomia, perfuração do tímpano, hipotensão ou hipertensão descompensadas, convulsões não controladas, entre outras condições. Em caso de febre alta, a hidroterapia também não deve ser realizada.

Cabe ressaltar que a prática deve ser indicada por um médico e assistida por um fisioterapeuta habilitado a trabalhar com hidroterapia. Na dúvida, é sempre bom consultar um especialista.

Quais os cuidados necessários com a piscina para realizar a hidroterapia sem problemas?

Sendo uma atividade praticada dentro da piscina, a hidroterapia requer que a água esteja limpa e tratada. É preciso aspirar as bordas, as laterais e o fundo da piscina regularmente, além de remover partículas da superfície usando uma peneira. Uma boa dica é usar um aspirador de piscina automático da Nautilus para facilitar a limpeza física.

A filtração da água deve ser realizada diariamente, sempre enquanto a piscina não estiver em uso. Além disso, é necessário medir periodicamente os parâmetros químicos da água, como o pH, a alcalinidade e o nível de cloro livre. Quando houver qualquer desequilíbrio, deve-se fazer os devidos ajustes.

Algo que pode ajudar muito é investir em um gerador de cloro automático da Nautilus. Esse equipamento ajuda a manter o nível de cloro livre na água balanceado. Ao detectar um desequilíbrio, o gerador aciona um mecanismo de eletrólise e produz cloro automaticamente, a partir do sal previamente adicionado à água. Assim, o processo de cloração se torna muito mais simples e prático, e a piscina fica sempre limpa.

Além disso, o recomendável é que a hidroterapia seja feita em uma piscina aquecida. Em geral, a temperatura da água mais indicada fica entre 32º e 34º. Por isso, é interessante investir em um bom aquecedor de piscina, como as bombas de calor da Nautilus, que são econômicas, sustentáveis e eficientes.

Cuide da piscina com os produtos da Nautilus

Conforme abordamos neste artigo, a hidroterapia proporciona diversos benefícios para a saúde. Para usufruir desses benefícios, contudo, é necessário manter a piscina sempre limpa e bem-cuidada, com o tratamento físico e químico em dia. 

A Nautilus tem todos os produtos, equipamentos e acessórios de que você precisa para cuidar da sua piscina. Visite o nosso site e conheça nossa linha completa de soluções!

 

Deixe aqui a sua dúvida ou sugestão.

Fique tranquilo! Com a Nautilus, você pode relaxar até aqui no nosso site. Pensamos em cada mínimo detalhe pra que você tenha uma experiência de conforto e bem-estar. É por isso que o nosso site passa por milhares de testes todos os dias na busca de brechas de segurança que eventualmente ameaçam o ambiente virtual com ataques reais de hackers.  Nós aqui nos preocupamos com isso e nos preparamos muito para evitar estas ameaças.