Há quem goste de programas mais movimentados e grandes badalações, enquanto outras pessoas preferem relaxar de forma mais sossegada em seu tempo livre. 

Seja para dar um mergulho em dias quentes ou para praticar atividades físicas, piscinas são praticamente unanimidade no gosto popular.

Por esse motivo, conquistar o sonho da piscina própria é a ambição de muita gente. E esse não é um sonho tão inalcançável, afinal, existem piscinas de todos os tipos, tamanhos e faixas de preço no mercado, basta encontrar o modelo que se adeque à sua necessidade e ao seu orçamento. 

Neste post, vamos apresentar os principais modelos de piscina e te ajudar a fazer a melhor escolha!

Quais os principais modelos de piscina?

Alvenaria ou concreto armado

Las piscinas de alvenaria e de concreto armado são muito parecidas, diferindo apenas na estrutura da construção. Ambos são modelos versáteis, que são construídos sob medida, no tamanho e no formato que o proprietário desejar, e podem receber vários tipos de revestimentos, como azulejos, pastilhas de cerâmica, pedras naturais ou porcelanato.

As piscinas de alvenaria e de concreto têm uma vida útil bem longa e podem durar por anos a fio se forem bem cuidadas. O ponto fraco deste modelo de piscina é que, por exigir um projeto exclusivo e mão de obra especializada, ela é mais cara e demora mais tempo para ficar pronta. Além disso, é necessário impermeabilizar esse tipo de piscina para evitar vazamentos no futuro.

Conforme explicamos, tanto as piscinas de alvenaria como as de concreto armado são mais caras que outros modelos de piscinas. Entre elas, porém, a opção mais em conta é a de alvenaria.

Plástico ou lona

Las piscinas portáteis são os modelos de piscina mais populares, graças à praticidade e ao baixo custo. Elas podem ser fabricadas em materiais como plástico ou lona, e podem ser infláveis ou de armação. São, sem dúvida, os modelos perfeitos para quem não dispõe de muito espaço, já que podem ser montadas e desmontadas com relativa facilidade.

Existem piscinas portáteis de plástico e de lona dos mais diversos tamanhos e capacidades, em formato retangular, redondo, quadrado ou ovalado. Os modelos de até 500 litros, voltados para uso infantil, são bastante comuns, mas existem piscinas portáteis bem maiores, com capacidade para grupos maiores de adultos se divertirem sem medo!

Inclusive, atualmente, já há modelos de piscinas portáteis equipados com acessórios como filtro, bomba e até escadas. Também é possível adquirir capas protetoras e substâncias químicas para manter a água limpa por mais tempo.

Fibra de vidro

Las piscinas de fibra de vidro são pré-fabricadas e já vêm prontas para a instalação, sem demandar um projeto especial nem reformas de grande porte. Por isso, são mais práticas e baratas do que os modelos de alvenaria ou concreto.

Como sua instalação é mais simples e o custo-benefício é interessante, essas piscinas são muito populares. Tudo o que se precisa fazer é instalar os equipamentos hidráulicos, escavar o espaço onde a piscina ficará (ou providenciar um deck em que ela possa ser acoplada) e dar o acabamento. A desvantagem é que os modelos já são pré-determinados, não abrindo espaço para personalização.

Placa pré-moldada

Las piscinas de placa pré-moldada, como o nome já diz, já vêm semiprontas, tal qual os modelos de fibra de vidro. Basta preparar o solo e o terreno onde a piscina ficará e instalar a placa no local desejado. Também é necessário projetar a parte hidráulica com antecedência, pois ela não vem pronta de fábrica.

Ao investir numa piscina de placa pré-moldada, é importante dedicar uma atenção especial à impermeabilização para se precaver contra vazamentos. O ideal é passar cinco demãos do produto impermeabilizante e finalizar com rejuntes de epóxi.

Vidro

Las piscinas de vidro são consideradas as mais sofisticadas e elegantes do mercado, sendo a opção ideal para empreendimentos de luxo e projetos de alto padrão. Seu custo é alto, e assim, esse modelo de piscina chega a ser um objeto de decoração por si só.

Ao contrário do que o senso comum pode pensar, as piscinas de vidro são muito resistentes e seguras. Elas são fabricadas em vidro laminado, composto por fibra de vidro + material plástico e altamente flexível. Essa característica permite que o vidro utilizado na piscina suporte a pressão da água. Porém, é preciso que o projeto obedeça rigorosamente às normas de segurança relativas ao uso de vidro.

PVC

Embora muita gente associe as piscinas de PVC com aquelas piscininhas infantis, também há modelos maiores voltados para o uso de adultos. Esse modelo de piscina é prático e consideravelmente resistente, além de exigir menos manutenção. Também é uma boa pedida para quem não tem espaço, já que pode ser esvaziado facilmente quando não estiver em uso.

Hoje em dia, os modelos de piscina de PVC estão mais sofisticados e podem contar com acessórios como válvula para encaixar o filtro. No mercado, existem desde os modelos pequenos, de 2 mil litros, até piscinas com capacidade para 14 mil litros.

Container

Para quem busca um modelo de piscina diferente e ecológico, o container está em alta. Essas piscinas são fabricadas a partir do aproveitamento de containers marítimos que, após dez anos de uso, são descartados. Assim, usá-los como base de piscinas é uma alternativa sustentável, criativa e com um ótimo custo-benefício.

Além de serem acessíveis, as piscinas container são simples de se instalar. O container já vem acoplado à casa de máquinas e equipado com alguns acessórios, tais como luzes de LED e a bomba de piscina.

Entretanto, é preciso mencionar que não são modelos muito fundos, o que limita seu uso para mergulhos, mas o torna indicado para o uso com crianças. Outra ressalva é que a instalação exige um guindaste, por causa do peso da peça, e um piso bem nivelado.

Vinilo

El vinil, na verdade, faz o papel do revestimento da piscina. Assim, é possível projetar uma piscina de alvenaria e substituir o revestimento de materiais como cerâmica ou azulejos pelo vinil, que é mais barato, prático e fácil de se instalar, além de oferecer muitas possibilidades de customização.

Outra vantagem do revestimento de vinil é a sua durabilidade, que pode chegar a dez anos quando bem cuidado. Além disso, o material não requer impermeabilização e pode ser usado em qualquer tamanho e formato de piscina. Mas ele tem uma desvantagem que pode pesar na hora de tomar a decisão: para encher a piscina de vinil, é necessário um caminhão-pipa.

Leia tambémPiscinas elevadas podem ser uma ótima opção pra quem quer gastar menos

Como conservar os principais modelos de piscina?

Cada modelo de piscina requer cuidados específicos. É importante atentar para isso, caso contrário, será necessário gastar mais dinheiro com conserto e manutenção, e a vida útil da piscina pode acabar se reduzindo.

As piscinas de concreto e alvenaria devem receber uma atenção especial quanto aos rejuntes: é preciso limpá-los bem e escová-los regularmente para evitar a formação de algas e o acúmulo de resíduos e micro-organismos.

Por falar em rejuntes, é imprescindível que eles sejam de epóxi, o material mais impermeável e, portanto, o único recomendado para esse modelo. Essa regra vale não só para as piscinas de concreto e alvenaria como também para os modelos de placas pré-moldadas.

As piscinas de vinil, por sua vez, estão suscetíveis a arranhões e danos ao revestimento vinílico, por isso, é importante usar materiais não-abrasivos e fazer a limpeza da maneira mais delicada possível. Além disso, é bom evitar o uso de objetos cortantes ou pontiagudos próximo à piscina, já que eles podem rasgar o vinil e causar vazamento de água.

As piscinas de fibra de vidro têm como vantagem a facilidade na manutenção. Como a superfície da piscina é lisa, não há possibilidade de proliferação de algas e a limpeza é rápida e simples. Entretanto, é importante tomar cuidado na hora de aplicar cloro, já que a fibra de vidro é muito fácil de manchar. Além disso, não se deve usar materiais abrasivos na limpeza, pois o material é sensível a arranhões.

A manutenção da piscina container é simples, mas requer alguns cuidados para garantir a conservação. Antes de instalar a piscina, é importante nivelar o piso para evitar corrosão. Além disso, deve-se cobrir a superfície com pedra calcária e aplicar uma pintura com tinta anticorrosiva. Tomando esses cuidados, a piscina tem uma longa vida útil.

Finalmente, as piscinas portáteis, sejam elas de armar ou infláveis, requerem alguns cuidados. Por exemplo, elas nunca devem ser mantidas armadas sem água dentro, pois isso causa danos ao material. Também é importante secar bem a piscina antes de guardar, limpando bem a superfície e retirando toda a umidade para evitar mofo.

Obviamente, materiais como a lona, o plástico e o PVC são mais frágeis e, portanto, é preciso tomar cuidado com objetos cortantes ou pontiagudos que possam perfurar ou rasgar a piscina. O mesmo vale para o piso: cuidado com pedras, terra e irregularidades. Caso necessário, use uma lona embaixo da piscina para protegê-la.

 

modelos de piscina

Modelos de piscina: saiba como escolher o ideal

Considere a posição do sol

Piscina sem sol é, literalmente, uma fria! Principalmente se você não contar com um bom sistema de aquecimento. Por isso, preste atenção ao local onde o sol bate na maior parte do tempo.

Verifique a área disponível

O tamanho da piscina precisa ser compatível com o espaço físico disponível para a instalação. Afinal, dependendo da área, deve-se optar por uma piscina que envolva projetos personalizados e a realização de uma obra, como as de concreto ou alvenaria, ou pode-se escolher um modelo de tamanho pré-determinado, como as de fibra de vidro ou mesmo as portáteis.

Tenha em mente a capacidade ideal

A capacidade da piscina está diretamente relacionada ao seu tamanho. Piscinas com volume maior são mais indicadas para uso coletivo, enquanto piscinas de menor volume são suficientes para o uso de poucas pessoas ou de crianças. Isso é importante, já que alguns modelos de piscina têm restrições quanto ao tamanho e à profundidade.

Nesse momento, é bom ter à mão o app Nautilus Dimensiona. Afinal, ele ajuda a calcular o volume de piscinas de forma automática e sem complicação, e dá para usar direto do celular.

Analise a frequência de uso

A escolha do modelo de piscina deve levar em conta a frequência com que ela será usada. Se for uma piscina de uso pontual, como em uma casa de veraneio, pode ser uma boa comprar um modelo portátil. Mas se você pretende usar a piscina regularmente, pode optar pelo modelo de concreto ou alvenaria, ou mesmo pela de vidro, que são modelos mais duráveis.

Leia tambémAspirador de piscina: descubra as vantagens de ter um

Encontre tudo para a sua piscina na Nautilus!

Agora que você já conhece melhor os principais modelos de piscinas do mercado, pode fazer a melhor escolha! Não se esqueça de conferir a linha de produtos para piscina da Nautilus para tratar, limpar e conservar melhor a sua piscina, seja qual for o modelo escolhido!

Deixe aqui a sua dúvida ou sugestão.

Fique tranquilo! Com a Nautilus, você pode relaxar até aqui no nosso site. Pensamos em cada mínimo detalhe pra que você tenha uma experiência de conforto e bem-estar. É por isso que o nosso site passa por milhares de testes todos os dias na busca de brechas de segurança que eventualmente ameaçam o ambiente virtual com ataques reais de hackers.  Nós aqui nos preocupamos com isso e nos preparamos muito para evitar estas ameaças.