Cuidar da piscina é um pouco trabalhoso e exige dedicação, mas o resultado vale todo o esforço. Afinal, nada mais gostoso do que relaxar à beira da piscina, dar um mergulho para revigorar as energias ou curtir com os amigos no fim de semana. Entre os cuidados necessários para manter a água limpa e saudável está o bom uso da bomba para piscina, que, em conjunto com o filtro, contribui para eliminar as impurezas da água. Além disso, a motobomba desempenha outras importantes funções para o tratamento da piscina.

Neste post, vamos explicar direitinho o que é a bomba para piscina, para que finalidades ela serve, quais são os tipos mais usuais de bombas no mercado e por que esse equipamento é tão importante para um mergulho seguro. Acompanhe a seguir!

O que é a bomba para piscina?

A bomba para piscina é um equipamento extremamente importante no uso da piscina. Ela nada mais é do que um é um motor responsável por fazer a água circular, participando dos processos de filtragem e também do aquecimento da água.

O funcionamento da motobomba é muito simples: o motor aciona propulsores que bombeiam a água num ciclo em que, primeiro, ela é sugada e transportada pela tubulação e, em seguida, passa pelo filtro para que as impurezas e partículas fiquem retidas. Também é papel da bomba fazer com que a água, já filtrada, retorne limpa e transparente ao tanque da piscina.

Qual a importância da motobomba?

A motobomba é um equipamento fundamental para a rotina de tratamento da água da piscina, já que ela faz a água circular e viabiliza a filtração, um processo que elimina a sujeira da água, como folhas que caem sobre a superfície, terra, insetos mortos e partículas em geral.

O processo de filtração é essencial para manter a água cristalina e própria para o banho. Sem a bomba para piscina, não seria possível realizá-lo, já que ela é a responsável por aspirar a água e levá-la em direção ao filtro para que, então, as impurezas sejam eliminadas.

Mas a motobomba não é útil somente para ajudar a filtrar a água. Ela também desempenha um papel de destaque no tratamento químico da piscina. Afinal, ela é responsável pela circulação da água e o movimento gerado ajuda a espalhar os produtos químicos aplicados, como o cloro, de maneira uniforme. Além disso, o uso da bomba evita que ocorra sedimentação no fundo da piscina.

Existem, ainda, outras funções desempenhadas pela bomba para piscina. Por exemplo, ela é usada no aquecimento da água, seja ele solar, elétrico ou realizado por bombas de calor. O motivo pelo qual a bomba favorece o aquecimento é que ela ajuda a manter a temperatura homogênea, distribuindo melhor o calor. Ela pode, ainda, ser utilizada para ligar acessórios como cascatas.

Segundo as normas vigentes, não existe piscina sem bomba. Além disso, o mau funcionamento do aparelho compromete a eficácia do sistema de aquecimento da água. É por essa razão, inclusive, que às vezes a piscina não é aquecida de modo uniforme.

Quais os tipos de bomba para piscina?

Existem vários tipos de bomba para piscina disponíveis no mercado. Os mais indicados e utilizados são:

Bomba pré-filtro

La bomba pré-filtro, também conhecida como bomba autoaspirante, é a mais comum em piscinas de uso doméstico, graças à fácil adaptação e ao seu preço mais competitivo. Esse tipo de motobomba aspira a água para o filtro e, depois que ela já está limpa e livre de impurezas, faz com que retorne à piscina prontinha para o uso.

Bomba de velocidade variável

La bomba de velocidade variável funciona da mesma maneira que a bomba pré-filtro. A diferença é que esse modelo consegue ajustar sua velocidade automaticamente, de acordo com a necessidade. Esse tipo de bomba consome menos eletricidade e gera menos ruídos, mas, em contrapartida, seu preço é um pouco mais alto.  

 

Saiba a importância da bomba para piscina

Como escolher a bomba para piscina ideal?

Existem alguns critérios importantes que devem ser observados na hora de adquirir uma bomba para piscina. Os principais são:

Volume da piscina

El volume da piscina é um dos fatores mais relevantes a se considerar ao comprar uma motobomba. A capacidade ideal da bomba deve ser calculada levando em conta o volume do tanque, ou seja, sua vazão em litros por minuto.

Se você não sabe qual é o volume de sua piscina, não tem problema. Basta baixar o app Nautilus Dimensiona, o aplicativo de dimensionamento de piscinas desenvolvido pela Nautilus, que ele realiza esse cálculo rapidamente.

Vazão do filtro

Também é preciso ter em conta o tamanho do filtro, já que tais peças têm suas taxas de vazão predeterminadas de fábrica. Se as taxas forem mais baixas do que deveriam, a filtração não ocorre da forma adequada. Se as taxas forem mais altas do que o esperado, por sua vez, a pressão pode ser muito grande e causar danos ao filtro.

Capacidade da tubulação

Outro fator que deve ser verificado na hora de comprar uma bomba para piscina é a capacidade da tubulação. É importante se atentar para a espessura das tubulações e para o tamanho das peças de sucção da piscina, como o ralo de fundo e o skimmer, por exemplo, a fim de evitar a aquisição de uma motobomba de tamanho e capacidade incorreta.

Quais os cuidados que se deve ter com a motobomba?

Para que a bomba para piscina funcione em sua plenitude e atue na limpeza e no tratamento da água, é preciso tomar alguns cuidados que garantam a higiene e a segurança dos banhistas.

Por exemplo, é importante ficar de ouvidos atentos a barulhos incomuns, um sinal de que a bomba está deteriorada. Também é preciso ficar de olho em eventuais vazamentos. Além disso, caso a temperatura do equipamento esteja muito elevada, é preciso desligá-lo imediatamente.

Outra precaução importante é manter a manutenção em dia, fazendo uma revisão técnica da motobomba pelo menos uma vez por semestre, com um profissional especializado. Também é preciso estar sempre de olho nos sistemas de vedação, nas juntas e nos rolamentos. Esses cuidados aumentam a vida útil do equipamento e contribuem para um uso mais seguro.

No que diz respeito à instalação correta da bomba para piscina, há alguns pontos a serem observados. Por exemplo, é importante utilizar um disjuntor para proteger a bomba e garantir a segurança de seus usuários. Além disso, a bomba não deve ser ligada sem água nem com registros fechados, pois isso pode causar danos ao equipamento.

Normas ABNT para recirculação e tratamento da água

O sistema de recirculação e tratamento de água também deve obedecer às normas ABNT relacionadas, como, por exemplo, a NBR 10339, que estipula as condições inerentes ao funcionamento desse sistema. Os critérios desta norma técnica se referem ao tempo máximo de recirculação, ao método utilizado para fazer a água sair e retornar, à vazão, entre outros parâmetros.

Além disso, a norma estabelece alguns requisitos acerca dos materiais dos equipamentos que compõem o sistema de circulação e tratamento da água (como a motobomba e o filtro): eles precisam ser resistentes à corrosão e não devem transmitir odores, sabores ou coloração para a água da piscina.

A importância de realizar a manutenção periódica da bomba para piscina

Conforme já comentamos, a bomba para piscina precisa ser submetida a uma manutenção periódica para garantir seu perfeito funcionamento e prolongar sua durabilidade. A manutenção preventiva deve ser realizada de seis em seis meses.

Além de contribuir para uma longevidade maior do aparelho, realizar a manutenção periodicamente traz outros benefícios, como, por exemplo, melhorar a performance da bomba para piscina.

Quando a bomba apresenta desgaste e não funciona da maneira adequada, o processo de filtração é comprometido e as despesas com energia elétrica são mais altas, já que a motobomba fica funcionando ininterruptamente e gastando eletricidade.

Além disso, sai muito mais barato prevenir quebras e defeitos do que ter que consertá-los no futuro. A manutenção adequada evita o gasto com reparos, com a substituição de peças antes do prazo ou até mesmo com a compra de um equipamento novo.

Alguns sinais de que a motobomba não está funcionando direito e carece urgentemente de uma boa vistoria são ruídos excessivos (que podem indicar desgastes), uma demora fora do comum para preencher o tanque e a água aparentando sujeira com muita frequência.

Neste post, apresentamos alguns bons motivos para usar a bomba para piscina e não negligenciar a manutenção do equipamento. Esperamos que nossas dicas ajudem a promover um uso mais consciente e seguro deste artigo tão necessário.

Agora que você já está por dentro da importância de uma bomba para piscina de qualidade e em perfeito funcionamento, que tal conhecer as motobombas da Nautilus? Nossas motobombas têm opções de potência entre 1/4 e 5 cavalos para promover uma circulação de água adequada em sua piscina e uma filtração perfeita!

La Nautilus oferece o que há de melhor em produtos para piscinas, com tecnologia avançada para tornar seus mergulhos mais seguros e proveitosos. Quer conhecer nossas motobombas e nossa linha completa de produtos para piscina? Visite o nosso site e fique por dentro das novidades!

Deixe aqui a sua dúvida ou sugestão.

Fique tranquilo! Com a Nautilus, você pode relaxar até aqui no nosso site. Pensamos em cada mínimo detalhe pra que você tenha uma experiência de conforto e bem-estar. É por isso que o nosso site passa por milhares de testes todos os dias na busca de brechas de segurança que eventualmente ameaçam o ambiente virtual com ataques reais de hackers.  Nós aqui nos preocupamos com isso e nos preparamos muito para evitar estas ameaças.