O que você vai ler neste artigo:


Mergulhar na piscina no verão é sempre especial, e é uma excelente oportunidade para relaxar e renovar as energias para o novo ano que se inicia.

Mas, para que tudo corra bem, existem alguns cuidados necessários a serem tomados para curtir a piscina no verão. Neste texto, falaremos de 5 cuidados para você não ter problemas durante esse período! Vamos lá?

1. Cuidado para não se queimar

Infelizmente, queimaduras são frequentes nesse período, então tome muito cuidado!

Use protetor solar cerca de duas horas antes de ser exposto ao sol. Lembre-se de que o protetor deve ser usado mesmo que você esteja debaixo de um guarda-sol, ou que seu corpo esteja coberto por roupas ou toalhas, pois os raios UV conseguem penetrar no tecido.

Fuja da tentação de utilizar receitas domésticas de hidratantes feitos em casa, que nesta época do ano invadem as redes sociais como fórmulas mágicas. Pelo contrário, faça questão de adquirir protetores solares de marcas confiáveis e com alta filtragem dos raios UV.

Além disso, evite se expor ao sol entre as 10h e as 16h, parte do dia em que o sol é mais intenso.Lembre-se de que a longa exposição de sua pele aos fortes raios do sol pode até não ocasionar problemas de queimaduras sérias de imediato, mas certamente com o passar dos anos pode contribuir para uma precoce aparência de envelhecimento.

2. Mantenha seu corpo hidratado

Principalmente nesses períodos de calor intenso, não é porque você pode ficar o dia inteiro com o corpo debaixo d’água, que deve esquecer que seu organismo transpira muito e que é indispensável repor a água interna para manter os cerca de 65% de líquido que existe em todo organismo humano saudável.

Então use e abuse da água, dos sucos naturais, dos chás e da refrescante e nutritiva água de coco!

3. Escolha bem sua alimentação

No verão nosso organismo precisa ainda mais de proteção, saúde e resistência. Por isso, prefira uma alimentação mais leve e balanceada.

Legumes e verduras são fontes de luteína e zeaxantina, que agem como filtros para raios UV. Frutas são refrescantes e os sucos naturais são ótimos para esse período com temperatura elevada. Mas, além disso, algumas alternativas são ricas em vitamina C e betacaroteno, que agem protegendo o corpo da exposição ao sol.

Por isso, nesse verão insira no seu cardápio abóbora, mamão, manga, pêssego, laranja, morango, melancia, além de alimentos leves como saladas variadas, aves grelhadas, peixes e purê de batatas. Se for fazer macarrão, dê preferência ao integral, mas mesmo assim, reduza a quantidade.

4. Limpe bem a piscina e os arredores

Você tem árvores e arbustos em casa? É natural que a piscina acumule folhas e sujeiras, principalmente se ela permanece desforrada durante longos períodos. Portanto, antes de dar aquele mergulho limpe bem a superfície da água. 

Mas, se você mantém a piscina coberta enquanto não a usa, parabéns! Nesse caso, o acúmulo de sujeiras na água é significativamente menor. Você só precisará se certificar de que a sujeira e a água acumuladas na lona não caiam na água da piscina.

Sabe aquela poeira que fica no fundo da piscina? Não se esqueça de usar o aspirador para retirá-la. Aspire a sujeira da piscina inteira, até dos cantinhos. Essa atividade não costuma demorar, levando cerca de meia hora, e deixa a água pronta para um mergulho!

Além disso, não se esqueça de dar atenção às bordas e arredores da piscina, que devem permanecer limpos, retirando galhos e folhas que podem acabar entrando na água.

5. Não se esqueça do tratamento da piscina

A água imprópria para mergulho facilita contaminações e doenças infecciosas. Por isso, o ideal é que você realize o tratamento da água toda semana, principalmente no verão, quando a piscina é mais usada.

Mantenha o pH da água entre 7,2 e 7,6. Esse padrão é considerado o ideal. Se você medir o pH da sua piscina e ele estiver desequilibrado, talvez ácido demais, use um produto que o nivele.

Planeje bem a quantidade de cloro que é colocado na piscina. O cloro é utilizado para desinfetar a água, mas, em excesso, pode prejudicar a saúde. Por outro lado, usar pouco cloro pode não dar resultado algum, inutilizando seu esforço.

Lembre-se de que é um erro julgar que água de piscina com cheiro de cloro é água bem tratada: é justamente o contrário, cheiro de cloro indica que está faltando cloro. O odor vem justamente da falta de cloração da água, da formação de cloraminas. Uma piscina limpa e saudável não tem cheiro.

Por isso, como dica final, saiba que você pode eliminar todos esses problemas automatizando o processo de tratamento da água, tendo cloro sempre na quantidade perfeita e de forma automática. Para isso, use equipamentos que fazem o serviço sem que você precise se preocupar com esse cuidado.

Clique aqui para saber mais sobre o EasyClor, o equipamento que gera cloro automaticamente para sua piscina!

Seguindo essas recomendações temos certeza que você terá um excelente verão, com muita saúde, segurança e diversão acima de tudo!

[widget id=”media_image-6″]

Deixe aqui a sua dúvida ou sugestão.

Fique tranquilo! Com a Nautilus, você pode relaxar até aqui no nosso site. Pensamos em cada mínimo detalhe pra que você tenha uma experiência de conforto e bem-estar. É por isso que o nosso site passa por milhares de testes todos os dias na busca de brechas de segurança que eventualmente ameaçam o ambiente virtual com ataques reais de hackers.  Nós aqui nos preocupamos com isso e nos preparamos muito para evitar estas ameaças.